Skip to content

Como utilizar o comando Ctrl+Alt+Del em computadores Mac da Apple

, Última atualização: julho 24, 2020
control alt del mac

David Bradley. Conhece esse cara? Provavelmente não, mas ele é responsável por criar um dos principais recursos do Windows. O famoso comando “Ctrl+Alt+Del” é uma combinação das teclas de Control (Ctrl), Alternative (Alt) e Delete (Del). Criado em 1980 por Bradley, o atalho foi desenvolvido para solucionar um problema bastante comum na época: o travamento.

Ainda em fase inicial de desenvolvimento, os computadores daquela década enfrentavam constantes travamentos. Dessa maneira, David criou a combinação de teclas, tão conhecida hoje em dia, para ser uma alternativa simples e eficaz, que servia para reiniciar a máquina de maneira manual.

Os engenheiros da época até pensaram em usar o atalho Ctrl+Alt+Esc, para que o usuário só precisasse de uma mão ao inserir o comando. Porém, perceberam que, dessa forma, alguém poderia acabar pressionando essas teclas por acidente. Foi então que decidiram manter a sequência Ctrl+Alt+Del, pois assim o usuário precisaria ter consciência do que estava fazendo ao necessitar usar as duas mãos para inserir o comando.

O que significa Ctrl+Alt+Del

Como dito anteriormente, Ctrl+Alt+Del é uma combinação das teclas de Control (Ctrl), Alternative (Alt) e Delete (Del). Hoje em dia, este comando não serve mais apenas para reiniciar o computador quando ele trava, mas também para outras coisas. Com o tempo, a Microsoft incrementou esse comando para que ele fosse mais funcional e tivesse mais ferramentas.

Atualmente, ao pressionar essas teclas, uma tela de comando é aberta e você pode acessar importantes recursos por lá. Como você pode observar na imagem abaixo, o sistema permite que você bloqueie seu PC, saia da conta atual, altere a senha de determinado perfil ou ainda abra o gerenciador de tarefas. Além dessas funções, é possível ainda abrir configurações de internet, facilidade de acesso e de opções de energia (desligar, reiniciar e suspender).

reiniciar pc

O Mac conta com vários atalhos para melhorar ainda mais a produtividade na hora de trabalhar nos computadores. Para isso, basta você ver esses atalhos de teclado Mac para ficar por dentro de atalhos do Finder e do sistema, assim como atalhos de documento, para entrar em repouso e muitos outros.

Alternativas do Ctrl+Alt+Del para Mac

Uma das maiores dificuldades de quem abandona o Windows e parte para um Mac é justamente encontrar uma alternativa ao Ctrl+Alt+Del para destravar o PC da Apple. Como dito anteriormente, o atalho na verdade não serve apenas para reiniciar computadores hoje em dia, mas para dar acesso a outras ferramentas importantes quando o PC trava.

Nos computadores da nossa querida Maçã, o comando que substitui o Ctrl+Alt+Del é o Option+Command+Esc. Pressionando essas teclas simultaneamente, você tem acesso a aba de “Forçar Encerrar Aplicativos”. Através dessa janela, você pode selecionar um aplicativo que tenha travado ou que esteja com algum tipo de problema e clicar em “Forçar Encerrar”. Com isso, o sistema irá encerrar automaticamente aquele programa e você poderá retomar o controle do computador.

Uma outra alternativa, caso não queira usar o atalho ensinado acima, é através do menu da maçã, no canto superior direito. Em seguida, basta selecionar a opção “Forçar Encerrar Finder”.

Command Option Esc Mac

Caso o seu intuito seja de formatar o seu computador, você pode ver isso de como formatar um macbook pro, além de conseguir informações de porquê formatar um computador e como conseguir fazer o backup para salvar arquivos importantes. Assim, você vai conseguir ver um passo a passo bem simples que irão te auxiliar nesse momento!

Como conferir o consumo de CPU no MacOS: Monitor de Atividade

Primeiramente, para que serve um monitor de atividade? Um monitor de atividade serve para mostrar os processos que estão sendo executados no Mac e desse modo você pode gerenciar da melhor maneira possível e ver como isso pode afetar o desempenho do seu computador.

O painel CPU vai te mostrar como os processos que irão rolar no seu computador irão afetar a atividade da própria CPU, isto é, do processador do seu Mac. Para isso montamos um guia para você com o intuito de facilitar ainda mais a sua vida na hora de fazer essa análise.

Monitor de atividade da CPU

Classificar em porcentagem a capacidade da CPU

Primeiro você vai clicar na coluna “%CPU“, na parte superior, para conseguir classificar a porcentagem da capacidade da CPU que foi usada para cada processo que você tenha feito no computador. Você vai obter informações que podem te ajudar a identificar alguns procesoss que acontecem em seu Mac, como a duração da bateria, temperatuda do aparelho, entre outras coisas.

Outras informações importantes do painel da CPU

Há algumas outras informações que estão presentes no painel e, por isso, são de grande importância. Vamos te mostrar e explicar cada uma.

  1. Sistema – O sistema vai mostrar a porcentagem da CPU que foi usada e também a capacidade dela durante os processos do próprio sistema. Processos esse que pertencem ao MacOs;
  2. Usuário – Porcentagem da capacidade da CPU referente aos aplicativos que estão abertos ou até mesmo os processos que estão abertos devido aos aplicativos que estão trabalhando;
  3. Ocioso – Porcentagem da capacidade da CPU que não está sendo usada em nenhum processo ou situação;
  4. Carga da CPU – Aqui vai ser mostrado a capacidade da CPU que está sendo usada por todos os processos em conjunto (sistema + usuário). O gráfico que você vai ver se move para esquerda e, ainda, vai ser atualizado nos intervalos que já foram definidos em “Frequência de Atualização“. A cor azul vai mostrar a capacidade total da CPU usada em processos do usuário, já a cor vermelha vai mostrar a capacidade total da CPU usada em processos do próprio sistema;
  5. Thread – Aqui vai ser mostrado o número total de threads que foram usados durante todos os processos combinados;
  6. Processos – Aqui vai mostrar todos os processos que estão sendo executados atualmente.

Além disso, você pode conseguir ver informações da CPU ou GPU no Dock ou em alguma janela separada. Vamos te guiar quanto a isso para você conseguir realizar dessa maneira também.

Ver atividade atual do processador

Para você conseguir ver isso no Dock, através de um gráfico, você deverá clicar em “Dock” e logo depois em “Visualizar”, em seguida ir direto para o ícone do Dock e clicar na opção “Mostrar utilização da CPU“. Já para você conseguir abrir e ver uma atividade atual do processador em uma janela separada, primeiro, você deve clicar em “Janela” e ir em “Utilização da CPU“.

Ver atividade recente do processador

Para conseguir ter acesso ao gráfico de atividade recente do processador, você deverá seguir o mesmo caminho de ir em “Dock”, depois clicar para visualizar e em seguida clicar no ícone do Dock, a diferença aqui vai ser que você vai clicar em “Mostrar histórico da CPU“. Para fazer isso para conseguir ver em janela, ao invés de clicar em utilização da CPU você vai clicar em “Histório da CPU

Ver atividade recente do processador gráfico GPU

Para ter acesso à atividade recente através do processador gráfico GPU, usando apenas a janela, você primerio vai clicar em “Janela” e logo depois em “Histórico da GPU“.

Além de formatar o Mac você ainda pode instalar o Windows nele, sabia? Por esse motivo nós fizemos um tutorial super completo de como formatar o Mac e instalar o Windows, tudo na mesma situação para que você saiba também o que é um sistema operacional e o mais importante, um guia rápido de como fazer a instalação.