Skip to content

Melhores sites de vendas online online de coisas usadas e novas

Última atualização: dezembro 11, 2020
vendas pela internet

Assim como está cada vez mais comum o fato de comprar  pela internet, está cada vez mais comum o fato de vender coisas pela internet também. Optar pelo comércio de vendas online está se tornando algo mais acessível para todos, pois é um formato de negócio que vem crescendo com a grande imersão tecnológica que estamos vivendo atualmente.

Muitas pessoas têm interesse em começar a vender seus produtos online, mas não sabem por onde começar. Por isso, nós fizemos uma pesquisa para descobrir  os melhores sites de venda nacionais e internacionais. Continue lendo este artigo e descubra como você pode começar a vender online ou mesmo ter o seu próprio site de vendas.

Melhores sites de vendas no Brasil

Se você está pensando em vender seus produtos em território nacional, saiba que existem excelentes sites para fazer isso. Separamos alguns dos mais bem avaliados pelos usuários e que mais possuem fluxo de pessoas trafegando diariamente característica favorável para aumentar suas chances de vendas.

A propósito, você já ouviu falar sobre pesquisas remuneradas online? Muitos sites permitem que você responda alguns formulários e pesquisas importantes com perguntas que as empresas desejam saber e pagam a você para isso. Descubra mais sobre isso em nosso artigo especificamente sobre isso.

Sem mais enrolação, confira a seguir os melhores sites nacionais para vender na internet.

Mercado Livre

compra venda online

Você pode usar também o MercadoPago, que é uma plataforma de pagamentos do mercado livre que permite que os vendedores possam fazer a vendas por cartão de crédito, débito ou mesmo à vista caso você também possua uma loja física. Entretanto, não é recomendado fazer vendas da sua loja virtual através da plataforma MercadoPago pois ele não garante a mesma segurança do Mercado Livre na hora de comprar os produtos.

Para quem o Mercado Livre é recomendado?

O site Mercado Livre é uma excelente opção para vendedores de pequeno e médio porte. O site oferece a possibilidade de você colocar seus produtos a venda instantaneamente sem precisar pagar por anúncios. Além disso, o site é bastante seguro e íntegro desde que seja usado de maneira apropriada.

O site possui um sistema de segurança que garante tanto a segurança dos clientes quanto dos vendedores de acordo com os direitos e deveres da legislação brasileira. Os seus pagamentos dos produtos vendidos ficarão em controle do site até que o cliente receba o produto e a plataforma confirme que está tudo certo.

O Mercado Livre cobra taxas ou comissões?

Apesar do e-commerce ser totalmente gratuito para novos vendedores, o Mercado Livre possui algumas taxas relacionadas a prestação do serviço. Estas taxas ou comissões são teoricamente opcionais, mas ao optar por não pagá-las, é muito improvável que você consiga vender os seus produtos. Elas funcionam assim:

  • Anúncios gratuitos:
    A opção de anúncio grátis no Mercado Livre significa que você pode colocar o seu produto a venda na loja. Entretanto, ele não receberá nenhuma exposição especial e tampouco será recomendado para clientes interessados em comprar algum produto similar ao que você vende. Assim,  provavelmente será muito difícil de você vendê-lo para os clientes. O seu grande ponto positivo é apenas o fato de ser gratuito.
  • Anúncios pagos:
    Estes anúncios são a opção mais utilizada pelos vendedores de sucesso do Mercado Livre. Com ela, seus produtos terão muito mais exposição e serão recomendados para eventuais que clientes que busquem por algo relacionado. Porém, como tudo que é bom na vida, isso tem um custo.
    Felizmente, essa comissão não é cobrada com antecedência dos vendedores. Ao aceitar os termos da proposta, você garante uma porcentagem do valor da sua venda ao Mercado Livre e, em troca, eles irão anunciar seus produtos a mais vendedores. Ou seja, você só paga se vender.

As comissões não são tão simples de entender pois elas variam de acordo com a categoria do produto sendo vendido bem como o tipo de anúncio. Os anúncios pagos podem ser do tipo Clássico ou Premium. Este último possui alguns direitos a mais para o vendedor como poder vendar qualquer produto parcelado sem acréscimo de juros.

Mas para facilitar a sua vida, nós organizamos os dados em uma tabela objetiva para você ver aproximadamente qual porcentagem da sua venda ficará para plataforma ao optar por anunciar seu produto. Siga para a próxima sessão para encontrar estes dados.

Tarifas do Mercado Livre

Logo abaixo nesta tabela você poderá encontrar uma tabela com todas as tarifas separadas de acordo com a categoria e tipo de anúncio.

CategoriasClássicaPremium
Celulares e Smartphones10%15%
Suplementos12%17%
Luminárias de Teto, Solares e Arandelas12%17%
Notebooks10%15%
Tratamentos para o Cabelo11%16%
Calças14%19%
Fones e Headsets11%16%
Camisolas e moletons14%19%
Botas12%17%
Bicicletas12%17%
HDs e SSDs10%15%
Roteadores10%15%
Relógios de Pulso14%19%
Smartwatches10%15%
Computadores10%15%
Impressoras10%15%
Televisores10%15%
Caixas de Som e Autofalantes10%15%
Media Streaming10%15%

Além disso, a plataforma ainda cobra um adicional de R$5 por unidade de produto vendida caso o seu produto seja mais barato que R$99.

Como você pode ver, as comissões do Mercado Livre podem variar bastante e ir desde 10% a até 19% do valor total da sua venda. Cabe a você decidir qual tipo de anúncio será mais interessante para o seu modelo de negócio na hora de anunciar seus produtos.

OLX

vender online

OLX é, no Brasil, a maior concorrente do Mercado Livre.  A plataforma é um dos maiores sites de venda do país que tem como foco a comercialização de produtos usados. Nele você pode vender imóveis (apartamentos, casas), veículos (carro, moto), negócios e até mesmo oferecer vagas de emprego ou propostas de serviço.

Além disso, você pode arbitrar o valor ao preço que achar justo. O site não cobra nada pelo anúncio gratuito do seu produto. No momento em que você fizer o anúncio o mesmo já estará publicado e aparecendo para todos os estados do Brasil, podendo desse modo aumentar a chance de venda. Ele funciona como um site de classificados.

Para quem a OLX é recomendada?

Como uma plataforma para a venda de produtos usados, a OLX é principalmente recomendada para pessoas comuns. Lá, você pode colocar a venda aquela coisa que você tem guardada há um bom tempo e já não tem intenção nenhuma de usar. Entretanto, se você é um comerciante que vive disso, a plataforma não é muito recomendada, pois o seu foco são bens usados.

Além disso, vale ressaltar que a plataforma oferece um sistema de pagamentos próprio e um sistema de logística para fazer a entrega dos produtos. Mas estes não estão disponíveis para a maioria dos produtos vendidos. Verifique os produtos que estão sendo vendidos possuem a opção de pagamento OLX Pay e OLX Entrega.

Logo, muitas vezes cabe ao vendedor e cliente decidir como será feita esta entrega e eventualmente o pagamento. Isso geralmente exige que ambos vivam em regiões próximas onde possam se encontrar pessoalmente para fechar o negócio.

A OLX cobra tarifas dos vendedores?

A OLX cobra uma tarifa de serviço em todas as vendas realizadas, garantindo o processo de pagamento e intermediação, tanto para quem vende, quanto para quem compra na plataforma OLX. Este valor é cobrado apenas para produtos da categoria OLX Pay, onde a plataforma se encarga do pagamento e logística do produto.

Tarifas da OLX

O valor da taxa é de 10%, cobrada em cima valor do produto anunciado. As transferências devem ter um valor mínimo de R$ 5,00 para serem realizadas. Também existe a possibilidade de você anunciar o seu produto para que apareça com mais frequência no topo das páginas do site. Essa exposição extra tem um preço que varia de acordo com o tempo desejado.

eBay

maior site vendas mundo

eBay é um site de compras online seguro e maior site de leilões e de venda online do mundo, ou seja, você pode anunciar o que bem quiser independente de sua categoria, haja vista que no site tem todos os tipos de categoria existente. O seu funcionamento é bem parecido com a OLX e com o Mercado Livre. Você pode vender tantos produtos usados quanto novos.

Então assim como os outros mencionados, você também pode fazer negociações com os clientes para decidir preferências de compra ou dúvidas eventuais. O sistema de pagamento PayPal é um dos mais conhecidos e também um dos mais usados na plataforma, se tornando uma plataforma global de pagamentos.

Para quem o eBay é recomendado?

O eBay possui quase 200 milhões de usuários mensais que acessam o site ao redor do mundo. Esses usuários são principalmente estrangeiros, particularmente americanos. O site funciona no Brasil, entretanto o seu tamanho no mercado brasileiro não é muito grande em comparação a outros países.

Logo, você deve ter isso em mente antes de começar a vender por lá. Outro ponto a mencionar é que os clientes do eBay são exigentes. Logo, preferem comprar apenas de vendedores com as maiores pontuações no site. Você deve focar em aumentar seu score ao longo do tempo no site.

Resumindo, acredito que apesar de não ser tão popular no Brasil, ele é uma opção interessante. O site é recomendado para vendedores de pequeno ou médio porte, bem como cidadãos comuns que apenas buscam vender um produto usado.

Amazon

vender exteriorAs estatísticas de usuários da Amazon são impressionantes. Por si só, a empresa representa quase 15% do mercado global de varejo de comércio eletrônico. A empresa entrou no Brasil como uma forte competidora nas vendas de produtos de diversas categorias apenas em 2017.

Entretanto, apesar do curto tempo de existência no território brasileiro, ela já faz parte do grupo composto pelas maiores lojas virtuais do país. Como seu modelo de negócio é mais favorável ao cliente e eles facilitam bastante a logística de venda e entrega de produtos, os clientes e vendedores adoram a loja.

Um diferencial da loja são os fretes grátis oferecidos para compradores de todas as regiões do país, mesmo o norte e o nordeste que geralmente são esquecidos em outras lojas. Através do seu programa de fidelidade, Amazon Prime, os clientes obtém diversos benefícios. Os vendedores também se tornam mais competitivos ao deixar a logística de venda com a Amazon que a cada dia desenvolve mais a sua infraestrutura no Brasil.

No site, as categorias de vendas são bem amplas, ou seja, o vendedor pode vender o que quiser na plataforma, entretanto, apenas itens novos. Por exemplo, do que pode ser comercializado, estão inclusos tanto brinquedos quando roupas, acessórios, livros, jogos e até mesmo produtos eletro-eletrônicos.

Para quem a Amazon é recomendada?

A Amazon é recomendada tanto para vendedores de pequeno e médio porte quanto para grandes marcas. De fato, dentro do site, você pode encontrar produtos de grandes marca como Xiaomi, Samsung, Midea, JBL entre tantas outras que possuem acordos com o site.

Porém, se você é um vendedor pequeno que deseja vender os seus produtos no site, você também é bem-vindo. Entretanto, estes produtos devem ser originais e a revenda de produtos de marcas que já estão presentes no site não é aceita. Por exemplo, se você produz seus próprios produtos de couro e deseja vendê-los online, a Amazon oferece uma das melhores infraestruturas para você.

A Amazon cobra taxas dos vendedores?

Como todos os outros sites mencionados, a Amazon também cobra uma tarifa dos vendedores de acordo com os produtos vendidos. As tarifas variam de acordo com a categoria da mercadoria bem como o plano de vendas escolhido pelo vendedor. A Amazon oferece duas opções de planos para novos vendedores.

  • Plano Individual
    Este plano é recomendado para vendedores de pequeno porte que planejam vender poucos itens por mês. Nele, você paga apenas uma tarifa de R$2,00 para cada produto vendido mais uma comissão em porcentagem do valor do produto. Esta comissão depende da categoria do produto e vamos abordar isso mais abaixo.
  • Plano Profissional
    O plano profissional para vendedores da Amazon é recomendado para comerciantes de médio ou grande porte que pretendem vender bastante através da loja virtual. Com ele, não há limite de quantos itens você poderá vender por mês, entretanto você deverá pagar uma assinatura mensal equivalente a R$19,00 por mês mais a comissão em porcentagem do valor do produto.

Geralmente, o plano mais recomendado para vendedores da Amazon é o plano profissional pois este possui poucas limitações. Além disso, o valor da assinatura mensal é muito baixo tendo em vista o lucro que você poderá obter com a venda das suas mercadorias. Na próxima seção, mostraremos uma tabela com as comissões por categoria dos produtos vendidos na Amazon.

Quais são as comissões da Amazon?

Infelizmente, um ponto negativo da loja da Amazon para os vendedores são as taxas de comissão em porcentagem do valor das vendas, independente do plano. O valor dessa comissão dependerá exclusivamente da categoria em que o produto se encaixa. No geral existem mais de 20 categorias de produtos na Amazon.

Veja a tabela com as comissões cobradas por venda de produtos em várias das principais categorias do site de varejo e comércio eletrônico.

CategoriasPorcentagem de comissão
Roupas e acessórios16%
Calçados, bolsas e óculos escuros16%
Cozinha11%
Relógios16%
Joias20%
Livros15%
TV, áudio e cinema em casa9%
Eletrônicos portáteis13%
Videogames e consoles13%
Esportes, aventura e lazer11%
Música15%
Produtos para animais de estimação12%
Casa11%
Bebidas alcoólicas10%
Saúde e cuidados pessoais14%
Brinquedos e jogos12%
Móveis15%
Papelaria e Escritório13%
PC12%

Como podemos notar, as comissões variam bastante entre as categorias e podem custar entre 10% 20% do valor total da venda. Existem outras categorias além destas, então caso o produto que você quer vender não se encaixe em nenhuma destas, você pode conferir todos os valores em maiores detalhes no site oficial da Amazon.

FB Marketplace

Facebook marketplace logo

Há vários anos, o Facebook iniciou seu próprio mercado semelhante ao Mercado Livre, OLX, Amazon e ao eBay. Este serviço funciona um pouco diferente das lojas online tradicionais, pois sua principal função é permitir que os usuários comprem e vendam mercadorias uns aos outros.

Logo, o site é relativamente mais próximo a OLX devido a isto, pois o foco é a venda de produtos usados ou mesmo novos porém dentro de uma região limitada. Se você tenta entender o funcionamento do marketplace do Facebook antes de começar a anunciar lá, você tem que entender que ele funciona como uma loja online tradicional, mas com alguns recursos específicos.

Para quem o Facebook Marketplace é recomendado?

Como uma extensão da própria rede social, o Facebook Marketplace é recomendado principalmente para pessoas que já possuem conta no Facebook. A sua criação foi uma forma da rede social de facilitar as trocas voluntárias que ocorriam dentro da plataforma através de grupos de venda, principalmente.

Os grupos de venda de produtos e serviços sempre foram muito populares no Facebook e a rede social entendeu o recado. A plataforma é ideal para usuários comuns que apenas desejam vender um item que já possuem para pessoas que vivem em sua região. Porém, se você busca vender em grandes quantidades e para pessoas de todo o país, esta não é uma das melhores opções.

Vale ressaltar também que a empresa não garante a logística de entrega do produto nem mesmo a forma de pagamento. Tudo é acordado entre comprador e vendedor, logo isso abre muitas brechas para golpes e eventuais disputadas. Por isso, ao usar o Facebook Marketplace você deve estar ciente disso e ficar atento a possíveis scams.

O Facebook Marketplace cobra alguma tarifa sobre as vendas?

A resposta para essa pergunta é bem objetiva: Não!

Diferentemente dos outros nomes desta lista, o Facebook Marketplace é o único que não possui nenhuma tarifa de utilização ou comissão sobre as vendas. No entanto, está disponível a possibilidade de anunciar o seu produto para usuários da rede social. Os valores são similares aos pagos para impulsionar uma publicação ou perfil na rede social e irá depender de quanto alcance você deseja e por quanto tempo irá rodar o anúncio.

Afinal, seria inviável que eles cobrassem uma comissão em porcentagem de cada venda pois eles nem mesmo intermediam ou oferecem um método de pagamentos próprio nativo. Logo, este é ao mesmo tempo um ponto positivo e negativo da plataforma de vendas online.

Enjoei

Enjoei Logo

O Enjoei é mais uma excelente opção da nossa lista de sites para você vender online. O site possui foco na venda de produtos usados. Desta forma, ele possibilita que usuários da plataforma possam vender seus itens uns aos outros por preços atrativos. No site, é possível encontrar desde roupas até instrumentos musicais.

Para quem o Enjoei é recomendado?

Este é um site objetivamente projetado para a venda de itens usados. Como o seu próprio nome sugere, caso você esteja enjoado de algum item que você possui e já não pretende usá-lo novamente no futuro, pode colocá-lo a venda no site. De maneira geral, o site é recomendado para pessoas comuns que desejam se desfazer de coisas pessoais, logo não é uma excelente opção para quem busca vender muito e produtos novos.

O Enjoei cobra uma comissão sobre as vendas?

Assim como a maioria dos sites deste tipo, eles precisam cobra uma comissão sobre as vendas para se manter ativos. As comissões cobradas pelo site variam de acordo com os valores dos produtos. Entretanto, diferente de outros sites desta lista, ele não possui um sistema de comissões por categoria, senão uma taxa fixa independente da categoria do produto.

Tarifas do Enjoei

No geral, o Enjoei cobra uma tarifa fixa de 18,5% sobre o valor do item vendido pelo vendedor no site, independente de qual seja. Mas para facilitar as contas dos vendedores, eles possuem algumas tarifas fixas para determinadas faixas de preço dos produtos. Confira na tabela a seguir, você poderá encontrar os valores dessas tarifas.

Valor do item vendidoTarifa Fixa
até R$50,00R$1,90
de R$51,00 a R$70,00R$3,50
de R$71,00 a R$100,00R$5,00
de R$101,00 a R$150,00R$6,50
de R$151,00 a R$200,00R$7,50
de R$201,00 a R$1500,00R$13,00
Acima de R$1500,00Sem tarifa fixa (18,5%)

Que Barato

vendas brasil

site que barato oferece para o vendedor um modo mais seguro para publicação de anúncios grátis e sem nenhuma comissão. Na plataforma você poderá anunciar diversos produtos, como moto, carro e além disso oportunidade de casa e de apartamento na rua região ou na região requerida.

Desapego

vender usados

No Desapego, como o próprio nome já diz, você pode desapegar de coisas que não quer mais e que não precisa. Como por exemplo, um sofá que você já quer mudar, ou um algum outro móvel que você deseja trocar.

várias categorias para você marcar ao colocar para venda, como por exemplo, categorizar como novidade ou promoção. No entanto, nesse site o frete é apenas responsabilidade do vendedor, assim como algum reembolso que possa haver.

Melhores sites internacionais de vendas

Existem ainda diversos sites para você vender seus produtos para todo o mundo. Muitos são já bastante conhecidos por alguns, como a Amazon, o eBay e os sites de compra da China. Mais abaixo,  nós iremos falar um pouco mais sobre cada um deles para que você possa escolher qual o melhor para você. Veja quais são os melhores sites para vender em outros países.

Vale ressaltar que as tarifas e comissões destes sites podem variar de acordo com o mercado regional para qual a loja virtual está vendendo.  Além disso, nem todos os vendedores são aceitos e se você no país para qual pretende vender, isso poderá ser um problema. Assim que você deve verificar essas informações mais específicas e técnicas por conta própria.

eBay

maior site vendas mundo

Assim como vende coisas no território nacional, o eBay vende coisas no cenário internacional também, pois está presente em mais países além do Brasil, como Portugal, Austrália, Alemanha, Coreia do Sul, entre outros país. Seu funcionamento é o mesmo tanto no Brasil quanto fora dele e a forma de pagamento também continua sendo a mesma haja vista que o PayPal serve pra quem recebe no território nacional quanto território internacional.

iStock

vendas internacionais

iStock é um site online, grátis e uma das melhores plataformas para comercializar trabalhos fotográficos. Presente no Canadá. Lá você pode vender fotos, as suas melhores e conseguir um bom investimento. No entanto, para vender, você tem que se tornar membro primeiramente e logo após isso submeter fotografias que demonstram o seu trabalho profissional na área.

Caso você seja aprovado, aí sim você pode comercializar suas fotos sem qualquer taxa de adesão e sem qualquer taxa de mensalidade. No site você pode publicar, além de fotos, vídeos e ilustrações.

Etsy

vender artesanato

Se você tem habilidades com produção artesanal, o Etsy é o local ideal para comercializar seus produtos. Por ser assim, lá é possível encontrar, muitas vezes, produtos originais e muita das vezes únicos. Você pode criar uma loja na plataforma de maneira simples, rápida e grátis. Tem sede no Brooklyn.

Existem muitas opções, mas que são mais recomendadas para a compra de produtos do que para a venda deles, como no caso do Aliexpress, onde as regras de entrada de vendedores estrangeiros são bem rígidas. Para saber mais sobre este site, leia nossa guia Aliexpress.

Como obter sucesso vendendo em sites online

Agora que você já conhece as principais plataformas para começar a vender seus produtos online, tudo o que você precisa é começar. Porém, para isso, é importante que você aprenda mais profundamente sobre o funcionamento das lojas em que estará vendendo, bem como um pouco de marketing digital e gestão de negócios.

Aqui vão algumas dicas que você pode seguir para aumentar suas chances de sucesso nesses sites.

Seja claro com as suas politicas de preço e frete

Seja verdadeiro, ou seja, deixe sempre claro o valor do frete, o prazo de entrega, o que realmente é o produto e o estado do mesmo. Afinal, os clientes hoje em dia estão mais exigentes e expertos, muitas até usam algum site de comparação de preços ou mesmo um site de compras coletivas confiável para analisar se vale a pena comprar na sua loja.

Isso irá fazer com que o cliente se sinta seguro em comprar com você e confiante de que tudo chegará no devido prazo, por exemplo. Seja sincero de acordo com as regras obrigatórias do funcionamento da sua loja, caso seja o caso de criação de loja.

Embale seus produtos com bons materiais

Organize a sua logística. Já que são vendas onlines, o cliente não irá ver a embalagem na hora da compra e irá precisar esperar um tempo para que sua compra chegue em sua casa. Então, então não deixe que o tempo de espera seja maior do que o acordado. Surpreenda seu cliente com uma boa embalagem, pois será a primeira impressão que ele terá da sua loja/produto.

Ofereça um suporte ao cliente responsivo

Ofereça multicanais ao seu cliente, pois o mesmo muito provavelmente irá gostar de entrar em contato com você ou até mesmo por alguma conta no Instagram. Muitos clientes querem saber mais a respeito do produto, da venda e também do tempo de espera para que ele receba o produto em casa. Então tenha um número visível, ou uma rede social aparente para que o mesmo possa entrar em contato com você e ver o seu produto.

Cuide do marketing digital da sua marca

Tenha bons anúncios, boas fotos, conheça seu mercado e, principalmente, seu produto, pois é uma boa maneira de chamar atenção do cliente. Compare o seus resultados a partir desses anúncios e desses estudos prévios para saber se irá vender bem e se irá conseguir entregar dentro do prazo, por exemplo.

Divulgue o máximo possível o seu produto em email de marketing, banners, blogs, sites, anúncios fazendo com que seu produto fique conhecido e fazendo com que você consiga aumentar a quantidade de pessoas atingidas.

Aprenda mais sobre gestão empresarial

Se o seu objetivo é ter uma loja virtual, invista na gestão de negócios. Ou seja, é fundamental gerenciar tudo que ocorre ‘’por trás do balcão’’ para garantir que o produto adquirido pelo cliente seja entregue de maneira que cumpra todas as palavras você pré-dispôs a fazer no acordo de compra e que cumpra também o prazo acertado no mesmo momento.

Mantenha-se sempre no caminho da evolução, pois devido às tecnologias de que surgem anualmente, o mundo está em constante mudança. Isso faz com que você não possa deixar as tecnologias de lado e deve focar sempre em acompanhar as mudanças. Desta forma, irá garantir que sua loja estará sempre no topo chamando a atenção de seus clientes, principalmente, através de novidades.

Melhores ferramentas para criar o seu próprio site de vendas

Para finalizar este artigo, temos ainda uma opção alternativa. Caso você não goste das políticas dos sites de terceiros mencionados nas seções anterior, você pode criar o seu próprio. Desta forma, você também pode fugir das taxas e comissões cobradas por essas empresas e ser mais competitivo no mercado.

No passado, a criação de uma loja virtual era um processo muito complicado e técnico que só grandes empresas poderiam arcar com os custos. Entretanto, com a evolução da tecnologia, hoje existem muitas plataformas que permitem que os usuários criem suas próprias lojas virtuais sem pagar muito caro ou serem especialistas em programação.

Veja a seguir algumas das plataformas que possibilitam isso:

Shopify

Shopify Logo

O Shopify é uma plataforma de e-commerce que você pode usar para criar e gerenciar sua própria loja online  com um domínio personalizado e sem começar do zero. Todos os planos do Shopify oferecem aos usuários uma experiência completa, com tudo, desde modelos de sites até opções de processamento de pagamentos prontas para você configurar e usar. Um ponto negativo é o preço dos planos que podem ser um pouco salgados.

WooCommerce

WooCommerce Logo

O WooCommerce é uma extensão desenvolvida para o WordPress que facilita a criação e gestão de uma loja virtual online.  Poucas plataformas de comércio eletrônico são tão perfeitas quanto o WooCommerce. Ele é gratuito, de código aberto e oferece uma boa experiência para os visitantes. Com o WooCommerce e alguns ajustes, você pode aprender como fazer site grátis e amigável para dispositivos móveis e pagar apenas pela hospedagem.

Magento

Magento logo

Gratuito, de código aberto e cheio recursos. O Magento é ideal para empresas de médio porte e para grandes empresas que possuem programadores internos e recursos para ajustar a plataforma às suas necessidades. A plataforma permite personalizações avançadas desde que você conheça sua codificação.

Ao mesmo tempo, ela não é a solução que iniciantes sem habilidades tecnológicas podem precisar. Mas se você tem recursos de desenvolvimento e programação, o Magento realmente brilha quando se trata de flexibilidade, otimização, escalabilidade e capacidade de acomodar grandes quantidades de tráfego e vendas.

Nuvemshop

Nuvemshop

A plataforma Nuvemshop possui o seu foco em ajudar empreendedores de pequeno, médio e grande porte a criar a sua própria loja virtual. Ele é uma solução completa e que pode ser facilmente gerenciável mesmo por quem não muitas habilidades técnicas da área de programação.

iSET

loja virtualA iSET é uma plataforma de comércio online, sendo lucrativa tanto para quem deseja criar uma loja virtual, acompanhando o processo de projeto, metas e objetivos alcançados, quanto para aqueles que querem vender coisas pela internet d amaneira mais lucrativa possível.

BigCommerce

BigCommerce logo

O BigCommerce pode ser a ferramenta perfeita para os seus propósitos. Ele é um provedor bem conhecido que oferece uma solução completa para a criação e gestão da sua loja online. Além disso, as centenas de recursos incorporados que ele possui significam que você não terá que gastar tanto dinheiro na loja de aplicativos quanto gastaria com o Shopify.

Prestashop

Prestashop Logo

O Prestashop é um forte candidato para empreendedores com um orçamento apertado. Você poderia dizer que é grátis, mas considerando que você tem que comprar hospedagem web e um domínio, ela é pouco parecida ao Magento.No geral, o Prestashop não é tão abrangente em temas e modelos como o Shopify, mas a usabilidade é tão boa quanto você pode esperar de uma plataforma gratuita

Perguntas frequentes sobre sites de venda

Após ter lido todas as informações sobre sites de venda online, pode ser que você tenha ficado com alguma dúvida. É mais do que normal, até porque demora algum tempo para absorver e processar todas essas informações. Por isso, nós preparamos uma lista com perguntas e respostas úteis sobre este tema.

Qual o melhor site de vendas online?

O melhor site de vendas online irá depender principalmente do seu propósito. Muitos fatores podem influenciar sua decisão, como comissões, frete, políticas dos sites e relevância. Além disso, depende você quer vender produtos novos ou usados, em pequena ou larga escala. De maneira geral, os mais completos, logo as melhores opções são Mercado Livre, Amazon e OLX.

Qual é o melhor site para vender coisas usadas?

Os melhores sites para vender coisas usadas são Enjoei, OLX e Facebook Marketplace. São plataformas feitas especificamente com esse propósito.

Quais são os melhores sites de vendas de roupas usadas?

Se você enjoou de uma roupa sua, mas ela ainda está em bom estado, certamente você deveria considerar vendê-la a outra pessoa. O site Enjoei é perfeito para esse propósito específico. Mas sites como a OLX e o Facebook Marketplace também oferecem essa possibilidade.

Qual é a melhor ferramenta para criar a sua loja online?

As melhores ferramentas para criar a sua loja online são:

  • Shopify para usuários com pouco ou nenhum conhecimento técnico.
  • WooCommerce para empreendedores com orçamento curto e algum conhecimento técnico.
  • Magento para empresas com programadores internos e com capital para investir.

Existem outras maneiras de anunciar produtos na internet?

Certamente sim. As lojas virtuais são apenas uma das possibilidades mais comuns, entretanto você pode usar diversas outras plataformas para isso. Redes sociais como o Instagram, Facebook, TikTok ou mesmo o YouTube possibilitam o anúncio de produtos na internet, bem como centenas de outros sites menores. Tudo dependerá do seu orçamento e propósito.